Sábado, Junho 15, 2024
Sábado, Junho 15, 2024

Nova semana de Festas com a agenda bem preenchida

Depois das Marchas Populares – que no fim de semana levaram cerca de 20 700 pessoas até à MEO Arena – , as Festas de Lisboa continuam esta semana com uma agenda recheada de propostas imperdíveis.

No Museu de Lisboa-Palácio Pimenta, a partir de sexta-feira (dia 7), há para ver a nova exposição Cheira bem, cheira a Lisboa. Uma mostra que parte da coleção particular de Afonso Oliveira, percorrendo os mais de 150 anos de história da perfumaria em Lisboa, desde a primeira fábrica – Thomas Mendonça e Filhos, instalada em 1850 na Calçada do Combro – até à atualidade. No sábado, entre as 10 e as 18h, o palácio abre os seus jardins à Festa da Cultura Coreana com espetáculos de dança e música tradicional, workshops, gastronomia e muito mais.  

Do outro lado da rua, no Museu Bordalo Pinheiro, a tradição de saltar a fogueira nos festejos dos Santos Populares que inspirou Bordalo a caricaturar alguns políticos é o mote para uma visita-conversa sobre os direitos humanos, no domingo, a partir das 15h00. 

Este fim de semana, Lisboa ganha ainda mais colorido com os tradicionais Tronos de Santo António, que se armam para as Festas nas ruas e nos largos dos bairros da cidade.  

Trezena de Santo António continua, entre o Museu, o Largo e a Igreja de Santo António, esta semana com os guitarristas José Manuel Neto e Ivan Cardoso, o grupo Collective Musicorum, a Orquestra Geração e o Ciclo de Órgão, com a soprano Raquel Alão acompanhada por Sérgio Silva (no órgão). 

No dia 5, às 18h30, o Museu do Fado será palco de uma conversa com Armando Nascimento Rosa e Ricardo Belo de Morais, cujo ponto de partida são os textos de Pessoa sobre o Fado

A música está sempre presente no programa das Festas e sugestões não faltam. O Largo do Picadeiro recebe mais três concertos do ciclo Picadeiro Jazz: Bill McHenry, Michael Formanek e Jeff Williams (dos EUA), três músicos que se juntam pela primeira vez em palco (dia 5); o duo Borage (UK), que apresenta música fraturante, desafiante e vibrante (dia 6); e o projeto português Garfo – Grupo Revelação do Ano 2021 nos Prémios RTP/Festa do Jazz – que apresenta o segundo álbum (dia 7). No Teatro do Bairro Alto, o grupo HHY & The Macumbas apresenta o novo disco Bom Sangue Mau.   

Cheira bem, cheira a Festas de Lisboa! 

RELATED ARTICLES

Mais Recente

CARMEN, em formato de dança flamenca!

O Último Canto – Camões e o Destino

FNAC Live, o festival de entrada livre

error: Content is protected !!