Sábado, Junho 15, 2024
Sábado, Junho 15, 2024

A Magia da Língua Portuguesa

A primeira edição do festival Coala em Portugal aconteceu este fim de semana, dia 01 e 02 de Junho, no Hipódromo Manuel Possolo em Cascais.

Com uma década de existência, este festival brasileiro que nasceu para dar a conhecer a nova música brasileira no Brasil, chegou a Portugal para construir pontes entre três dos continentes que falam a língua Portuguesa, Europa , América e África.

A abrir o segundo dia do palco principal esteve a Cabo Verdiana Mayra Andrade com a sua
música pop, que confluí a cultura dos países onde já viveu, bem como a sua simpatia.

A cantora e compositora Brasileira Céu, foi a artista que animou a tarde com as suas músicas com um toque de MPB, bossa nova, pop, world music, afrobeat, dub e indietronica. Foi um momento bastante animado e descontraído.

Carminho subiu ao palco ao início da noite e apresentou o seu último trabalho “Portuguesa“. Foi possível ouvir vários temas deste trabalho, como “O quarto”, “Marcha de Alcântara de 1969” e “Meu amor Marinheiro”. Tocou ainda “Fado de Santa Luzia”, “Chuva no mar” e “Caminho”. Um espetáculo cheio de emoções e de partilha por parte de Carminho.

Gilberto Gil entrou em palco à hora certa e foi recebido com uma enorme ovação. O público
rapidamente mostrou que estava ali para cantar, dançar e passar um bom momento.

“Tempo rei” foi o primeiro tema a ser ouvido, seguido de “A novidade “ e “Vamos fugir”.
Acompanhado em palco pelos filhos é neto que tocam com ele, o concerto teve contornos
bastante intimistas, mas muito animados também.

As três músicas que se seguiram foram os forrós “Esperando na janela”, “Xote das meninas” e “Eu só quero um xodó” que levaram a muita dança e animação entre a plateia.

A música de Bob Marley “No woman, no cry” na versão em brasileiro “Não chore mais” foi
mais um momento de partilha entre todos.

“Drão”, “Esotérico” e “Palco” ouviram-se logo de seguida, com esta última a ser bastante
apreciada por todos de forma bastante efusiva.

Em “Aquele abraço “ vimos Gilberto Gil a sambar, vivaz, apesar dos seus quase 82 anos!

Depois de “Andar com fé” ouviu-se a uma só voz as palavras “Gil eu te amo” às quais Gilberto Gil respondeu com “Eu também amo vocês, o amor é recíproco, sejamos sempre amor completo”, num momento cheio de carinho.

Na recta final deste concerto ainda se ouviu “Realce”, “Nos barracos da cidade” e “Madalena”.

A última música, é desta vez sem direito a encore, ouviu-se, dançou-se e cantou-se “Toda a menina baiana”.

Um dia cheio de concertos, boa música em português e com uma energia incrível.

As datas para a próxima edição já estão lançadas, serão nos dias 31 de Maio e 1 de Junho de 2025, marquem nas agendas e apareçam para mais dois dias de festa, alegria e boa vibração.

Texto: Raquel Coelho
Fotos: neews.eu Luis Mirra Serrão

RELATED ARTICLES

Mais Recente

CARMEN, em formato de dança flamenca!

O Último Canto – Camões e o Destino

FNAC Live, o festival de entrada livre

error: Content is protected !!