Cromeleque Requiem de Mozart – Coreografia por Benvindo Fonseca a 14 Julho no Panteão Nacional

 

 

O projeto bailado Cromeleque chega ao Panteão Nacional para apresentar o Requiem de Mozart
com uma coreografia de Benvindo Fonseca.

CROMELEQUE, na visão do artista, representa o espaço sagrado, a amizade, a inspiração como fonte de transformação, a necessidade de persistência aliada ao tempo e aos seus contratempos (sem nunca esquecer todos aqueles que nos apoiam e nos inspiram), e a celebração da vida e da morte.

 
Este bailado partiu da matriz do seu solo Di mim pâ Nhos, que representa uma homenagem do artista aos seus familiares e amigos, em especial aos seus pais e irmãs.
 
Sobre a obra imortal de Wolfgang Mozart, que precisamente no dia 5 de Dezembro comemorará 225 anos após a sua morte, CROMELEQUE é o princípio e o fim de um ciclo que se fecha onde os amores e desamores estarão sempre presentes e subentendidos.
 
Por fim, o artista manifesta a sua gratidão por poder partilhar esta inspiração com Carlos Mil-Homens, o que nas suas palavras é descrito como sendo “uma dádiva