Jimmy P em Perfeito Equilíbrio Entre a Velha e Nova Escola do Hip Hop Nacional!

Não é um novato e tampouco um rapper a saborear o seu primeiro sucesso, mas ainda se comporta como um insaciável jovem à procura da glória e do próximo grande hit. Falamos de Jimmy P, artista multifacetado que trouxe a fusão de r&b e hip hop para o público português com a ajuda preciosa da sua “família” Storytellers. Angola, Setúbal, Paris e Porto são localizações necessárias para se contar a história de um músico que não teme os grandes palcos e que já lançou três álbuns desde 2013, conquistando uma base de fãs que se renova constantemente — o elixir da juventude para qualquer cantor. Recentemente, Joel Plácido, o seu verdadeiro nome, lançou Alcateia, nova mixtape que é um regresso a um rap que procura o embate (através das palavras). Pelo meio, estende a passadeira vermelha para uma série de novas estrelas em ascensão no hip hop português: Phoenix RDC, Loreta KBA, Wet Bed Gang e Domi são apostas pessoais. Como se costuma dizer nos Estados Unidos da América, um co-sign pode valer um forte impulso na carreira de um artista e Jimmy P está numa posição que lhe permite fomentar as plataformas de outros. E isso é um dos maiores elogios que se pode dar a alguém.