Marco Rodrigues com Novo Álbum, “Copo Meio Cheio” já nas lojas

Fadista contou com a composição e escrita de artistas como

Boss AC, Capicua, Carlão, Diogo Piçarra, Luísa Sobral, entre outros

 

Chega finalmente hoje às lojas o novo álbum de Marco Rodrigues, “Copo Meio Cheio”, sucessor do aclamado “Fados do Fado”, nomeado para um Grammy Latino na categoria de melhor álbum folk. “Copo Meio Cheio” é um trabalho desafiante que levou o fadista a colaborar com uma série de novos compositores e letristas da música pop nacional.

“O Tempo”, o mais recente tema retirado deste novo álbum, foi composto por Diogo Piçarra. Já “Fado do Cobarde”, o primeiro single, foi composto por Guilherme Alface e João Direitinho, dois membros dos ÁTOA. Entre os compositores desafiados por Marco Rodrigues para embarcarem consigo neste “Copo Meio Cheio” estão ainda Carlão, Luísa Sobral, Capicua, Agir, Pedro da Silva Martins (Deolinda), Tiago Pais Dias e Marisa Liz (Amor Electro), ou Boss AC, com quem já tinha colaborado no álbum “Tantas Lisboas”, no grande sucesso “O Homem do Saldanha”.

Com produção de Tiago Machado, “Copo Meio Cheio” não é um disco de fado, não é um disco de pop, é um disco de Marco Rodrigues, onde a sua identidade e a sua incrível capacidade interpretativa se encontram mais definidas do que nunca.

O fadista traz para este novo álbum instrumentos que já tinha utilizado em “Tantas Lisboas” como piano, percussão e bateria, mas dá-lhes mais espaço. Já alguns dos compositores e autores desta nova geração com que agora gravou são bem surpreendentes uma vez que se estrearam na escrita para fado. Alguns temas não são fados, mas a alma do fado é trazida pela interpretação de Marco Rodrigues.

No entanto, Marco Rodrigues fez questão de não deixar de fora do seu novo disco o fado tradicional, que ganha nova vida com letras de Luísa Sobral, Capicua e Carlão.

Estas e muitas outras surpresas serão reveladas amanhã no festival Caixa Alfama, onde o fadista apresentará os temas de “Copo Meio Cheio”, contando para a ocasião com um convidado muito especial: o rapper Boss AC.