JOSÉ CID ANTECIPA TRIPLO ÁLBUM DE ROCK SINFÓNICO COM “VOU-TE AMAR PARA ALÉM DA MORTE”

 

O artista laureado com um Grammy Latino de Excelência Musical desvela o single de Vozes do Alémum tratado de rock progressivo em gestação desde os anos 90. “Vou-te Amar para Além da Morte” transforma um poema de Arnaldo Trindade numa balada titânica.

Entre o órgão Hammond e as invocações do Mellotron, poderia parecer que José Cid voltou ao lugar cósmico-musical entre Vénus e Marte. Contudo, não havia em 10.000 Anos Depois uma canção como “Vou-te Amar para Além da Morte“: uma “power ballad directa, de estádio lotado e isqueiro em riste, sem modulações nem melodramas à Meat Loaf — porque não precisa delas.

“O meu projecto de vida é surpreender”, diz o artista chamusquense acerca do single, o único a ser extraído do iminente Vozes do Além. Cid não espanta por ter um monstruoso refrão, com potência bastante para encher o peito e as ondas de rádio. Afinal, já são mais de 50 anos a merecer um doutoramento honorário na arte do refrão pop… mas há outras surpresas.

Há algo mais cavernoso e dissonante a acompanhar os versos: um purgatório sonoro ajustado às palavras de Arnaldo Trindade (o fundador da Orfeu, editora que lançou Zeca Afonso, é  um de  vários poetas reunidos em Vozes do Além). “O poema do Arnaldo é de tal maneira sublime, profético… Vem mesmo da alma dele”, confidencia o músico. “É sobre alguém que ele adorou a vida toda. Agarra-se à ideia da reencarnação, para poder estar com essa pessoa.”

Para burilar essa ideia, Cid fez-se acompanhar do baixista Pepe (Pedro Soares) e do guitarrista Xico Martins, produtor do álbum. E quem esteve de volta da bateria? Ao ouvir a gravação das baquetas, relembra Cid, Martins teve um choque: “Perguntou-me que baterista do caraças era aquele. Eu respondi: ‘Esta música assinala a primeira vez que vais tocar com o teu filho.'” Decorem o nome: Francisco Martins Júnior.

Memorizem também o título do álbum: são as Vozes do Além e já se ouvem ao longe…
Apresentam-se ao vivo em dezembro, nos dias 17 (Porto, Hard Club) e 18 (Lisboa, Capitólio), com uma segunda parte dedicada ao mítico 10.000 Anos Depois entre Vénus e Marte.

 

JOSÉ CID “Vozes do Além” ao vivo

Bilhetes já à venda:
17 Dezembro 2021 às 21:30 – Hard Club, Porto
Ticketline e locais habituais

18 Dezembro 2021 às 21:30 – Capitólio, Lisboa
Blueticket e locais habituais