O Salão Encheu Para Ouvir e Acarinhar Alceu Valença e a Orquestra Ouro Preto!

 

De regresso a Portugal ALCEU VALENÇA subiu ao palco do Salão Preto e Prata do Casino do Estoril com a ORQUESTRA OURO PRETO no dia 21 de Janeiro pouco passavam das 21H30 com o espectáculo Valencianas II.

Alceu, brasileiro de Pernanbuco, cantor, compositor e instrumentista cantou sentado, mas tem charme, tem figura elegante e já tem 73 anos. De cabelo comprido com umas entradas generosas veio vestido com um fato de tons terra e uma écharpe ao pescoço. Cantou e brincou com o público que o recebeu com aplausos e muito entusiasmo. Uma conjugação interessante.

Interessante também e muito harmoniosa é a parceria entre o cantor com a orquestra com cerca de 20 músicos dirigida pelo Maestro Rodrigo Toffolo numa ligação com os ritmos do Brasil.

De salientar que todas as obras escolhidas são temas próprios de Alceu, são histórias que viraram canções.

Os temas escolhidos para o alinhamento deste espetáculo foram, “Dia Branco”, “Na Primeira Manhã”, “Tesoura do Desejo”, “Solidão”, “Samba do Tempo”, “Pelas Ruas Onde Andei”, “De Janeiro a Janeiro”, “Iris”, “Papagaio”, “Eu Vou Fazer Você Voar”, “Como Dois Animais”, “Borboleta e P da Paixão”, “Tomara”, “Taxi Luna”.

Para ancore e a pedido da plateia “La Belle de Jour” e terminou com “Anunciação”.

De pé o salão aplaudiu. Carinho assim é bom!

Texto: Raquel Ataíde
Fotos: Jorge Torres Carmona

Flickr Album Gallery Pro Powered By: wpfrank