Jorge Palma – Expresso do Outono no Coliseu

O relógio marcava as 21:50 quando Jorge Palma subiu ao palco do Coliseu dos Recreios, para aquele que foi o penúltimo concerto da digressão “Expresso do Outono”.

Numa noite particularmente fria, a sala esteve com boa adesão do público, embora sem esgotar, para assistirem a este “Expresso do Outono”, onde o músico e compositor conjuga sonoridades eléctricas com outras, mais acústicas.

Acompanhado por Pedro Vidal (guitarras e direção musical), Gabriel Gomes (acordeão), Vicente Palma (guitarra e teclados), Nuno Lucas (baixo), Tomás Pimentel (sopros) e João Correia (bateria), Jorge Palma tocou muitos dos seus temas clássicos, como “Estrela do Mar”, “Canção de Lisboa”, “Dá-me Lume”, “Frágil”, “Dormia Tão Sossegada”, “Jeremias”, ”Portugal, Portugal” entre outras.

À medida que o concerto avançava, Jorge Palma ia contando algumas histórias e curiosidades associadas a alguns dos temas que escolheu para interpretar.

O público, perante os temas mais clássicos, acompanhou cantando e batendo palmas, chegando mesmo a retribuir com elogios: “és o maior”, “és lindo”, “és grande”, entre outros adjectivos a que o músico, de forma humilde simpática foi respondendo, “não sou nada, vocês é que são”, mas acabando por agradecer os elogios e a presença de todos naquela noite.

O último concerto da digressão ‘Expresso do Outono’ irá ter lugar a 14 de Dezembro no CAE Figueira da Foz.

Texto: Eliana Palma
Fotos: Ricardo Mussa

Flickr Album Gallery Pro Powered By: wpfrank