“Eu Amo Esta Cidade” Disse Abrunhosa!

Lisboa 07 de Novembro foi a segunda data escolhida porque o dia 08 esgotou o Coliseu dos Recreios para se ouvir e sentir PEDRO ABRUNHOSA & COMITÉ CAVIAR.

PAULO PRAÇA abriu a primeira parte do espetáculo onde apresentou “Um lugar pra Ficar” o seu recente disco. Do alinhamento salientamos “Sabes Mãe”, “Arquitectura da Ecologia” e “Diz a Verdade”.

Pelas 22:00 que Pedro entrou em palco num ambiente sereno e simples, vestia calça clara e casaco cintado, estava elegante formal. Sentou-se ao piano e foi “Momento” e “AMOR” que sozinho tocou e cantou em excelência!

Foi com este início que se percebeu que este espetáculo era muito mais que um espectáculo e que um pano branco transparente que de cima a baixo cobria a frente de palco e era nele projectado as letras das canções elevou todos aqueles momentos em que ouvimos ainda “Será”, “Balada da Gisberta” e “Senhor do Adeus”.

O pano subiu após “Vamos levantar voo” e Pedro anunciou COMITÉ CAVIAR a banda que acompanha Abrunhosa numa sintonia e suporte musical em conexão extraordinária.

De tantos temas que abordou, cantou “Dizes que gostas de mim” outro momento intenso pelo drama que é a violência doméstica. Sentiu-se também o carinho e o amor pelos pais quando ouvimos “Pode Acontecer”. Foi com “Amor em Tempo de Muros” outra questão sensível e que só se constrói muros “…quando temos medo do vizinho ou do cão do vizinho” disse Pedro.

Podíamos desenhar escrevendo cada pedacinho das mais de duas horas que todos sentiram aqueles momentos, mas ficaríamos aquém.

Se a noite prometia, a noite cumpriu, todo o espectáculo foi coisa para se sentir. Abrunhosa sabe e soube como o fazer.

Texto: Raquel Ataíde
Fotos: Jorge Torres Carmona

Flickr Album Gallery Pro Powered By: wpfrank