Ver, Ouvir e Sentir Ney Matogrosso!

 

Fotos: Tiago Cortez / Everything is New

As cortinas abriram e de braços erguidos lá estava ele, em toda a sua natural excentricidade.

Ney Matogrosso entregou-se assim ao Coliseu dos Recreios em Lisboa, dia 5 de novembro, para o espetáculo da digressão “Bloco de Rua” de cerca de hora e meia.

Em palco a banda com sete elementos, o cenário projecções em tela e jogo de luz, sempre diferentes em cada música.

Ouvimos “Bloco na Rua”, “Jardins da Babilónia”, “Já Sei”, “Tua Cantiga”, “Iolanda”, “O Beco” e “Último dia”, naquela que é, ainda a sua voz tão marcante, tão única e poderosa.

Ney já nos habitou ao seu trajar irreverente de elemento icónico, este, para esta digressão, em malha dourada com assinatura de estilista, no seu corpo esbelto e atlético que demonstrou ser possível possuir aos 78 anos estatura vigorosa e sensual.

Ney, nem precisou falar, todo ele foi espetáculo, cor e dinâmica e foi assim canção atrás de canção.

Confirmação disso foram as duas vezes o palco em ancore, fãs e admiradores reclamaram a sua presença com barulho e muitas palmas.

Este é daqueles espectáculos onde pouco devemos escrever, mas que tem muito para ver, ouvir e… sentir!

Texto: Raquel Ataíde
Fotos: Tiago Cortez / Everything is New