A Bela Adormecida e O Lago dos Cisnes este Natal no Teatro Tivoli BBVA

Começou a contagem decrescente para Sergei Radchenko, nome notável do ballet russo, apresentar no Teatro Tivoli BBVA, em Lisboa,  “A Bela Adormecida” e “O Lago dos Cisnes”. Dois bailados nos quais princesas enfeitiçadas e beijos verdadeiros vão oferecer ao nosso imaginário o presente perfeito.

Sergei Radchenko é um dos mais importantes solistas do Teatro de Bolshoi de Moscovo na segunda metade do século XX.  Formou-se em 1944 na Escola de Dança de Moscovo, mas foi em 1964 que se juntou ao Teatro Bolshoi, onde trabalhou durante 25 anos, onde dançou todos os repertórios e conquistou uma reputação ímpar no mundo do ballet.

Em 1989 fundou a Moscow Festival Ballet, a primeira companhia independente de ballet clássico da Rússia, cujo nome alterou para Russian National Ballet. O seu trabalho enquanto director desta companhia, acompanhado pelo talento de Elena Radchenko, balarina, solista e coreógrafa, tornou a companhia numa das mais reconhecidas internacionalmentem com um repertório que integra A Bela Adormecida, Don Quixote, Giselle, Suite Carmen, La Boyadere ou O Quebra-Nozes, entre muitos outros.

Em Portugal apresenta-se desde 2013 em parceria com a UAU, sempre no mês de Dezembro, antecipando o Natal em familia.  Este ano, no mês de sempre,  A Russian National Ballet apresenta A Bela Adormecida e O Lago dos Cisnes, no Teatro Tivoli BBVA.

 

Uma princesa enfeitiçada cai num sono profundo e só dele acordará quando o príncipe perfeito a despertar com um beijo de verdadeiro amor. A Bela Adormecia, um bailado em três actos, com música de Pyotr Ilyich Tchaikovsky, libreto de Marius Petipa e Ivan Vsevolojsky, é uma adaptação do conto tradicional “La Belle au bois dormant” de Charles Perrault, apresentado pela Russian National Ballet, companhia fundada por um dos mais respeitáveis solistas do Teatro Bolshoi de Moscovo e uma referência incontornável do bailado russo, Sergei Radchenko, há três décadas com o objectivo de apresentar os clássicos do bailado pelo mundo.

5 e 6 de Dezembro às 21:00

 

Apresentado ao público pela primeira vez a 4 de Março de 1877 no Teatro Bolshoi em Moscovo, O Lago Dos Cisnes é um dos mais famosos e vistos bailados de sempre. Com música de Pyotr Tchaikovsky, libreto de Vladimir Begitchev e coreografia de Marius Petipa e Lev Ivanov, o bailado conta a história de um amor impossível entre um príncipe uma rapariga-cisne, realçando o tema querido deste período – a dualidade entre o bem-mal, representada pela pureza do cisne branco e pela duplicidade do cisne negro. Com quatro  actos, O Lago dos Cisnes é apresentado pela Russian National Ballet, de Sergei Radchenko, um dos mais relevantes solistas do Teatro de Bolshoi.


7 de Dezembro | 17h e 21h
8 de Dezembro | 11h, 15h e 18h30