O Que se Pode Contar ou Partilhar Sobre uma Vagina? Descubra em “Monólogos da Vagina”

Três mulheres subiram ao palco do Salão Preto e Prata do Casino do Estoril no dia 09 de Outubro para narrar os Monólogos da Vagina, pelas 22:00 horas.

No palco um grande tapete de pelo de cor vermelha e três cadeiras altas de cor escura, foi o cenário perfeito para nos contarem histórias tão simplesmente sobre, a Vagina!

Os textos foram escritos pela dramaturga e ativista americana Eve Ensler na sua experiência de psicoterapeuta que ao longo destas últimas décadas se dedica a este projecto sempre em renovação com novos casos e que Paulo Sousa Costa encenou.

São relatos reais e tanto podem ser dramáticos como logo a seguir podem ser hilariantes.

Estas três mulheres vestidas com um simples vestido preto, descalças e sem adereços foram, a Júlia Pinheiro conhecida apresentadora de televisão que se a estreou como atriz, Paula Neves e Joana Pais de Brito, ambas atrizes, deram voz às Vaginas de imensas mulheres que partilharam as suas aventuras.

O argumento suscita curiosidade, risadinhas e até algum nervoso miudinho. O que se pode dizer, contar ou partilhar sobre uma Vagina? Estas questões foram referidas de forma natural com um sentido de humor inteligente e nas questões mais sensíveis que poderiam provocar bastante desconforto e até revolta por serem intimamente sensíveis, foram também excelentemente representadas!

Dos temas, os pequenos monólogos falam de sexo, menstruação, violação, prostituição, masturbação, mutilação genital feminina, orgasmo e até dos diversos nomes que se usam para designar a Vagina.

O que descobrimos? Apenas revelamos que no infindável mundo da Vagina, tem mundos que só a vagina tem!

Texto: Raquel Ataíde
Fotos: Jorge Torres Carmona

Flickr Album Gallery Pro Powered By: wpfrank