O Talento e a Energia de Billie Eilish na Altice Arena

Foto: Nuno Conceição

No passado dia 4 de Setembro, uma Altice Arena esgotada há vários meses recebeu a jovem estrela pop em ascensão Billie Eilish com a sua tour When We All Fall Asleep, Where Do We Go?

O concerto ainda não tinha começado e já se ouvia o desassossego da jovem multidão que esperava por Billie Eilish e quando se fizeram ouvir os primeiros acordes de “Bad Guy” o público entrou em delírio e não parou de cantar. De tal forma que, durante a primeira e a segunda música “My Strange Addiction” foi quase impossível distinguir a voz da cantora do coletivo de vozes do público.

Antes de “You Should See Me In a Crown” Billie Eilish aproveitou para perguntar ao público como estava essa noite e explicar que tinha dois tornozelos torcidos e que precisava da energia de todos. Gritos e palmas fizeram-se logo ouvir em apoio a Billie que refere que a energia do público português é muito grande e pede para fazerem dois grandes círculos na plateia para que possam saltar na próxima música. O público assim faz, tal como acede a todos os outros pedidos que vão sendo feitos ao longo da noite, seja de saltarem como cangurus na música “Copycat”, para ligarem as luzes dos telemóveis em “I Love You” ou para darem as mãos em “When The Party´s Over”.

Seguem-se “Idontwannabeyouannymore” e “Watch&Burn” com Billie a elogiar a energia e o fervor do público português e depois “When I Was Older”, “Wish you Were Gay” com o levantar simbólico de uma bandeira LGBT, “Xanny”, “All The Good Girls Go To Hell”, “Bellyache”, “Bitches Broken Hearts” e a melodiosa “Listen Before I Go”.

Neste momento Billie pede ao público silêncio e apresenta o irmão Finneas, com quem escreve todas as canções, sentados numa cama, exatamente como aconteceu quando escreveram a música “I Love You” às 2h da manhã, que começa a cantar. No fim da música o público grita I love you em uníssono a que Billie responde emocionada I love you more. “Ocen Eyes” segue-se e a cantora agradece ao público pela maravilhosa noite e por serem fantásticos, apresenta a banda, sem esquecer de agradecer aos fãs e à equipa que a acompanha, e revela só faltarem duas canções para acabar o espetáculo.

“When The Party’s Over” e “Bury a Friend” fecham o concerto, mas a multidão não arreda pé e continua a chamar pela cantora que retorna e convida todos os presentes para verem o videoclip de “All The Good Girls Go To Hell” que estreou há poucas horas. O encore final dá-se com “Bad Guy” que também abriu o concerto e o público volta a cantar palavra por palavra e a saltar com toda a energia possível mostrando a Billie Eilish o quanto gostam dela e das suas canções.

Texto: SM
Fotos: Nuno Conceição