60 anos de Bossa Nova Comemorados em Concerto no CCB

O projecto dos compositores Murilo Miranda e Rodolfo Carvalho será editado em Outubro e celebrado com um concerto em Lisboa, no Centro Cultural de Belém.

O estilo popularizado por artistas como João Gilberto, Tom Jobim ou Vinicius de Moraes, a Bossa Nova, surge no final da década de 50 como uma derivação do samba, com fortes influências do jazz. Seis décadas depois, é reconhecido como um dos movimentos mais influentes da história da Música Popular Brasileira em todo o mundo, o que levou os compositores baianos Murilo Miranda e Rodolfo Carvalho a editar o disco “Transcendência da Bossa“, que chegará em Portugal em Outubro.

Para comemorar os 60 anos da Bossa Nova, o álbum estende-se também para um concerto de homenagem a este estilo musical. O Centro Cultural de Belém, em Lisboa, recebe, a 18 de Outubro, os artistas Quarteto do Rio (ex-Os Cariocas), Roberto Menescal, Wanda Sá, João Cavalcanti (cantor e compositor), Marcelo Caldi (pianista e acordeonista) e Rodolfo Carvalho para o concerto “60 Anos Bossa Nova”.

O projecto, em disco e em espectáculo, representa ainda uma referência ao encontro de Tom Jobim, Vinicius de Moraes, João Gilberto e Os Cariocas, na década de 60, na discoteca Au Bon Gourmet, em Copacabana, berço da Bossa Nova e local onde mais tarde foram lançadas canções que se tornaram conhecidas em todo o mundo – como é o caso do êxito “Garota de Ipanema”, já tantas vezes reinterpretado na história da música.

O concerto “60 Anos Bossa Nova” está agendado para as 21 horas do dia 18 de Outubro, sendo que os bilhetes já se encontram à venda nos locais habituais.

60 Anos Bossa Nova
CCB |18 Outubro, 21h