Rodrigo Leão – A Última Apresentação de Aniversário

Na sexta feira, dia 05 de Julho, o Casino Estoril teve o privilegio de receber Rodrigo Leão no Salão Preto e Prata.

A apresentar o seu último álbum “Aniversário”, este foi o concerto que encerrou o ciclo de espectáculos da digressão que comemorou os vinte e cinco anos da sua carreira a solo.

Mas não foi sozinho que Rodrigo se apresentou em palco, com ele trouxe a sua consistente banda composta por João Eleutério no baixo, Carlos Tony Gomes no violoncelo, Viviane no violino, Marco Alves no trombone e Frederico Gracias na bateria.

Com Rodrigo Leão sentado ao piano, o concerto iniciou com o tema “Alma Mater” e logo depois foi possível ouvir “”La fête”.

Estava prometido para este concerto uma viagem pela carreira do artista, e foi isso que se assistiu, com temas dos mais variados trabalhos da sua composição.

Muito aplaudida no final, “A comédia de Deus” levou ao despertar por parte da plateia.

Foi a vez de subir a palco a primeira convidada da noite, Ana Vieira encantou o público com a sua voz nos temas “Vida tão estranha” e “A corda”.

“Nós e os outros” não deixou ninguém indiferente, com a sua encantadora melodia.

Entrou de seguida em palco Selma Uamusse, enfeitiçando o público com a sua voz quente e profunda cantou “Rosa” e “O pastor”, este último tema dos Madredeus e que roubou do público um forte aplauso.

Novamente com Rodrigo Leão ao piano, ouviram-se de seguida “Cinema” e “Histórias” e foi a vez de Viviane tomar as teclas do piano em “A máquina triste”.

Para interpretar “Imortal” e “O dragão” subiu a palco Ângela Silva, com a sua potente voz de soprano.

Selma juntou-se em palco a Ângela e juntas cantaram “Carpe Diem” com o seu ritmo das Arábias e “Ave mundi”, que teve direito a uma ruidosa salva de palmas.

Voltou a entrar Ana Vieira e a solo cantou “Lonely carousel” e “Solitude” para gáudio do público.

Para o final, Selma juntou-se a Ana e ouviu-se “Ya skaju tebe”, tema aplaudido em pé por toda a plateia.

Voltaram os músicos a palco e no encore ouviu-se “As ilhas dos Açores” e Ângela voltou a presentear-nos com a sua presença cantando a canção “Ascensão”. Na última interpretação da noite, Selma voltou a acompanhar Ângela terminando uma noite encantadora com o tema “Pasión”.

Mais um grande concerto neste palco magnifico que é o Salão Preto e Prata!

Fica a nota de que Rodrigo Leão já se encontra a gravar um novo trabalho com Frederico Albanese, que se encontrava na sala, e ainda no final deste ano será possível ouvir o novo trabalho do artista.

Texto: Raquel Coelho
Fotos: Jorge Torres Carmona

Flickr Album Gallery Pro Powered By: wpfrank