A Boa Onda de Eddie Vedder Na Altice Arena

No passado dia 20 de Junho, Eddie Vedder deu um concerto intimista num Altice Arena esgotado, tendo a primeira parte ficado a cargo de Glen Hansard.

O concerto iniciou-se com o quarteto de cordas Red Limo String Quartet a tocar “Alive” e depois Eddie Vedder entrou em cena com “Far Behind” e “Just Breathe”. No fim, agradece ao público em português e diz que é um prazer voltar a vê-los, admitindo que apesar de ser a 11ª vez que está em Portugal, ainda fala muito mal português, porque é difícil e nós somos muito espertos. Esta afirmação acaba por arrancar várias gargalhadas ao público.

Seguiram-se “Elderly Woman Behind the Counter in a Small Town”, “I am Mine”, “Immortality” e a versão de “Trouble” de Cat Stevens. De seguida, Eddie Vedder brindou o público com o cântico “Portugal” e “Whishlist” e depois aproveitou para recordar a 1ª vez que os Pearl Jam vieram tocar a Cascais, a uma sala quase do tamanho do palco onde hoje se encontrava.

Dedicou “Drifting” a todos os surfistas e seguiram-se “I’m Open” e “Off He Goes”, todas canções dos Pearl Jam que raramente são tocadas ao vivo. Eddie Vedder apresenta a canção seguinte acompanhada do quarteto de cordas e ukelele, “Satellite”, falando da história de um homem injustamente condenado à morte nos EUA e que os Pearl Jam ajudaram a libertar. Toca “Long Nights” com Glen Hansard e o quarteto de cordas, e depois “Black” que colocou o público todo de pé a cantar em plenos pulmões.

Aproveita para falar novamente com o público no final de “Parting Ways” sobre a dificuldade de estar longe de casa e aproveita para apresentar os membros do quarteto, depois segue para “Better Man”, que novamente põe o público ao rubro, “Lukin” e “Porch” antes de uma pequena pausa em que o quarteto tocou “Jeremy”.

Eddie Vedder regressa ao palco para tocar “I’m So Tired” e depois fala do problema das alterações climáticas e canta “Imagine” de John Lennon, pedindo ao público para ligar as luzes do telemóvel e até gravar essa música. Depois aproveita para partilhar como a música seguinte “Song of Good Hope” de Glen Hansard ajudou a sua sanidade mental e depois de “Smile” aproveita para cantar os parabéns a uma menina ali presente e dá-lhe a sua harmónica.

Na reta final do concerto, Glen Hansard acompanhou Eddie Vedder nas covers “Society”, “Hard Sun” e “Rockin’ in the Free World” que fechou uma noite fantástica, cheia de boa música e com um cariz intimista de quem vai ver um velho amigo tocar.

Texto: SM
Fotos: Everything Is New