Yara Gutkin Apresenta “Mama” a 14 de Julho, 17H30 no Centro Cultural Olga Cadaval

MAMA nasce das raízes e vivências passadas de Yara Gutkin em Portugal, Espanha, Argentina, Cuba e Brasil, que se sentem de uma forma muito íntima e familiar. Uma viagem com cheiros e alusões à mãe natureza que vai desde as águas do Amazonas, de onde provém o nome Yara – mãe d’água das culturas indígenas –, às praias de recifes de corais, revelando a poesia e afetividade presentes na canção de embalar.

Percorrem-se canções que vão desde a mais tradicional até à mais atual, tratadas de uma forma única e variada, e escritas num tom intervencionista, que reclama o papel da mulher na contemporaneidade. MAMA compõe assim um retrato do que é ser mulher e mãe antigamente e agora, num concerto para todos os públicos, dos mais bebés ao mais graúdos.

“Muitas destas canções pertencem-me desde que tenho memória. Quando as canto, oiço a voz da minha mãe, da minha avó, do meu pai. Ao mesmo tempo, tenho uma ligação com a nossa mãe-terra, a minha principal fonte de inspiração. Esta comunhão de família e natureza é do mais precioso que tenho na minha vida. Nas canções, imagino mães que na hora de ir trabalhar se têm de despedir dos filhos com grande angústia, mães que se sujeitam aos sacrifícios mais árduos para os seus rebentos florescerem, outras que se lamentam da sua vida maternal solitária e desabafam as dificuldades desta era contemporânea. Porém, outras podem desfrutar do momento presente de acarinhar os filhos com profunda ternura. Estas canções despertam-me para a necessidade de cuidarmos das mães de todas as naturezas.”

Dia 14 de Julho, Yara Gutkin retorna ao Centro Cultural Olga Cadaval juntamente com o seu Coro Infantil de Santo Amaro de Oeiras depois de estrear o musical “Missão Terra”, desta vez para lançar o seu primeiro álbum ao qual se juntam novos músicos na banda, convidados especiais e outras surpresas musicais.