A Guerra no Tivoli!

A Guerra, a RITA GUERRA no Tivoli BBVA, aconteceu dia 18 de abril pelas 21:30 horas com uma sala carregada de fãs.

Num palco simplista, apenas os instrumentos num fundo escuro e à frente de palco um banco alto, um suporte de partitura e um microfone.

Rita chega a palco, também ela de negro, senta-se e canta “Porto Sentido” de Rui Veloso.

“A Guerra na M80” dá-se do desafio que a Rádio M80 lhe lançou para cantar todas as semanas em directo músicas de intérpretes masculinos escolhidas pelos ouvintes. Assim foi, a Rita aceitou e foi um sucesso, assim nasce também um disco e este espectáculo ao vivo.

Foi intimista e o privilégio de ouvir aquele vozeirão mesmo ali, tornou a noite de muito encanto a quem numa véspera de feriado numa época de festa, a Páscoa, e depois de uma fase conturbada com a greve dos motorista de transporte de matérias perigosas, em que o pais quase parou com falta de combustível, se deslocou até ali para a ouvir e sentir!

E Rita agradeceu, ela é calorosa e sorridente!

Entre os sucessos escolhidos pelos ouvintes, onze no total, alguns originais de Guerra.

Ouviu-se cerca de noventa minutos de música dos anos Oitenta entre elas “Frágil” de Jorge Palma, “Break Free” dos Queen, “Fala-me de Amor” de Santos e Pecadores, Ouvimos também Brian Adams, Kiss e para encore Elton John e Jorge Michael, tudo naquela voz feminina tão única!

Foi portanto uma noite com Guerra mas cheia de serenidade e sonoridades! Repetimos?

Texto: Raquel Ataíde