Cláudia Picado Apresenta o Seu Novo Disco “Reflexo” no Dia Mundial da Voz a 16 de Abril no Museu do Fado

Cláudia Picado apresenta no dia Mundial da Voz o seu mais recente disco “ Reflexo” no Museu do Fado.

Um álbum introspectivo, editado pela Sony Music, contando com produção de Guilherme Banza e Tó Zé Brito.

Neste concerto a fadista mostra o reflexo de si mesma e de todas as suas escolhas musicais neste disco.
“Amo para sempre a quem amei” é o mote que torna este “Reflexo” uma realidade. Um disco maioritariamente composto por letras originais, interpretadas tanto em fados tradicionais como em novas composições, como o seu novo single “Fragilidade” de Jorge Fernando e Guilherme Banza. Este é um dos temas que Cláudia Picado assume ser o “Reflexo” de algo para sempre.

Felicidade, amor, alegria, tristeza, raiva, melancolia e desalento são alguns dos sentimentos que podemos encontrar nas palavras e composições escritas por Jorge Fernando, Mário Rainho, Tiago Torres da Silva, António Rocha, Tozé Brito, Fernando Silva, António Laranjeira, Rui Rocha, Rogério Ferreira, Guilherme Banza, entre outros.

O álbum é composto por uma enorme diversidade de registos, indo ao encontro da versatilidade musical que caracteriza o Fado assim como a riqueza cultural e poética da Língua Portuguesa a que Cláudia, através da sua voz, empresta a sua alma, dando sentido as palavras.

Será acompanhada por Guilherme Banza na guitarra portuguesa, Rogério Ferreira na viola de Fado, Francisco Gaspar na viola baixo e ainda por Carlos Lopes no Acordeão.

MUSEU DO FADO
16 ABRIL | 19H00